dima
  • grupo de estudos

    O “grupo de estudos” (2017/2018) foi um programa performativo de Erika Kobayashi, Filipe Barrocas, Mariana Viana e Renato Jacques. Artistas que estão, cada um a seu modo, entre a palavra e o corpo, artistas que têm, cada um a seu modo, o corpo por matéria-prima. O corpo entre a experiência e a narrativa. Não são um coletivo, são um grupo de estudos, um tanto mais holístico, poderíamos dizer, visto que o sempre infindável contexto de estudo compõe diretamente o que se estuda, e começam por estudar o estar, junto, pela presença, pelo corpo. Estão juntos à mais de um ano e exploram uma prática de movimento que muda de acordo com o contexto onde é realizada. Depois de meses em casa e no espaço expositivo do Centro Cultural São Paulo, projetam-se agora para a sala de ensaio. O amor enquanto movimento e, segundo Alain Badiou, duração, além do estado, religião, reprodução, ou família, duração. Uma possível reinvenção da vida.